Blog

O Facebook vai utilizar informações offline para anunciar
28.09.2017
O Facebook vai utilizar informações offline para anunciar

O Facebook está começando a usar os serviços de localização dos celulares para aprimorar anúncios, divulgando produtos e serviços cada vez mais específicos aos interesses dos consumidores. A diferença é que agora, além de avaliar os consumidores online, a rede também vai absorver dados do comportamento offline dos usuários, impactando-os com anúncios dos locais que eles visitam. O anúncio foi feito pela plataforma há poucos dias e configura mais um grande passo da empresa para se tornar referência em ads.

Utilizando o conceito de microlocalização, os anúncios passarão a ser direcionados de acordo com os registros do GPS dos consumidores em estabelecimentos. Isso significa que será possível para as marcas anunciar para o público que visita suas lojas físicas e também para pessoas que não tenham comparecido às lojas, mas tenham o mesmo perfil de consumo desses compradores. “O relatório de visitas de loja do Facebook é uma métrica estimada, baseada em informações de pessoas com serviços de localização habilitados nos próprios telefones”, diz o comunicado oficial.

Isso significa uma grande mudança para o marketing digital. A lógica de unir o contexto real do consumidor às informações digitais já existe, mas não era atrelada à plataforma e ao grande volume de dados do Facebook. Essa forma de segmentação permite que as marcas conheçam ainda melhor os possíveis compradores e consigam impactar pessoas muito mais propensas a adquirir os produtos divulgados.

O argumento utilizado pelo Facebook para defender a nova possibilidade é um dado do eMarketer que diz que, apesar de as pessoas utilizarem cada vez mais os dispositivos móveis para comprar, ainda assim mais de 90% das vendas ainda ocorrem em lojas físicas. Também no comunicado oficial, a rede social não divulgou para quem o recurso está disponível e em quais países está sendo implementado.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Notícias Relacionadas