Blog

Como gerar leads no digital?
08.05.2017
Como gerar leads no digital?

Rosário de Pompéia,
diretora de Operações da Le Fil

A ideia deste texto é levantar o debate sobre o assunto, não é apresentar nenhuma “receita de bolo”. Até porque não acredito nisso. O que podemos apresentar são pontos que não podem deixar de ser analisados quando estamos falando de estratégias digitais. Sendo assim, vamos ao que interessa. Vou resumir esta conversa em  quatro pontos-chave. É um pouco da metodologia que aplicamos na Le Fil para gerenciar os leads dos nossos clientes. 

Um primeiro ponto e que pode parecer até redundante, mas é necessário. O que é lead para sua empresa? Ele pode ter vários significados. Posso interpretar lead como a alimentação de um cadastro. Lead pode ser uma inscrição em um curso. Lead pode ser uma venda. Então, definir o que é lead é primordial. Neste momento aqui é importante destacar que isso é bem diferente de visitantes em sites. 

O segundo ponto é saber: quem é o meu lead? Quem são essas pessoas e o que atraem elas ao meu negócio? Se eu não conheço bem o meu público, estou atirando no escuro. Não vale encontrar apenas um perfil de público e fazer a mesma coisa para todos eles. Um produto atinge, no mínimo, dois públicos diferentes. Em seguida, o que faço para atrair esses leads? Quais estratégias digitais são utilizadas? Hoje, temos um arsenal de possibilidades. Como me relaciono com esse público?  Aqui, a gente discute uso de influenciadores digitais, marketing de conteúdo, criação de landing page, anúncios geolocalizados... Uma infinidade de oportunidades. O terceiro ponto é exatamente essa estratégia. 

Por último, consegui o lead. E o que faço? Como analiso os dados desse lead?  Como identificar o que deu certo e o que deu errado? É um problema de marketing ou de produto? Se você não analisa os resultados, você não sabe para que lugar está indo. Não são necessários 120 mil indicadores nem estou falando se a sua base de fãs cresceu. Quero saber se as pessoas fizeram a ação que você desejava. Para isso, podemos escolher, no máximo, 5 indicadores. Os demais são usados para avaliar as estratégias. 

Mas toda essa conversa de gestão de leads precisa ser ancorada num planejamento digital que deve ser acompanhado por uma gestão digital de projetos. O seu sucesso, muitas vezes, não depende apenas do marketing e de uma boa gestão de leads, mas, algumas vezes, de transformações digitais necessária em toda a empresa. Pense nisso! 

Quer sugerir o próximo tema do texto? Mande e-mail para rosario@lefil.com.br.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Notícias Relacionadas

Estudos Relacionados