Blog

28.03.2013
Pesquisa local é a base para o planejamento nas redes sociais

Um dos principais pré-requisitos para elaborar estratégias de negócios em mídias sociais é conhecer bem sobre os hábitos de consumo de cada cidade ou comunidade. A interferência dos aspectos locais na personalidade dos indivíduos e, consequentemente, nas suas decisões de compra ainda continuam sendo um pré-requisito importante a ser considerado no planejamento do marketing digital.  Além de considerar, que os aspectos globais também fazem parte dessa personalidade. O local não faz oposição ao Global, mas convivem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa “convivência”, chamada Glocalização”, se traduz nas diversas diferenças de regiões para regiões, como pode ser observada na pesquisa da ComScore/2012, quando apresentou a diferença de pessoas conectadas nas regiões do Brasil. O Nordeste se apresenta em segundo lugar, perdendo apenas para a região Sudeste. E, para entender melhor cada local e as suas diferenças ou semelhanças, a Le Fil realiza anualmente a pesquisa sobre hábitos de consumo dos internautas em Salvador, Recife e Fortaleza, em parceria com a Prime Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na amostra, foi possível verificar as tendências internacionais e nacionais presentes nos modos de vida dos usuários das três cidades, como por exemplo, o crescimento do Facebook, a busca por informações em tempo real e por amigos na internet.

Já as diferenças mostraram as peculiaridades de cada local. No Recife, observou o crescimento do uso do notebook e do celular, quando comparado aos dados de 2011. Em relação ao acesso às mídias, o Youtube se apresentou com uma mídia fundamental para os recifenses, sendo a terceira mais acessada. Outros hábitos também foram possíveis identificar como conteúdo e dias de acesso. Na cidade, os usuários preferem utilizar as redes sociais, principalmente,  no final de semana, buscando  conteúdo focado em fotos e vídeos.

 

 

Em Salvador, a pesquisa chamou atenção pelo alto número do uso do celular, quando comparado às demais cidades e o alto número de horas de acesso às redes sociais. Com isso, Salvador se destacou com uma população heavy user ( pessoas que usam demasiadamente as redes sociais). Diferente do Recife, o acesso às redes sociais se concentra durante a semana. Já a capital do Ceará, obteve  o maior número de acesso pelo notebook em relação às três cidades e se destaca pelo número de pessoas que acessam as redes sociais em escolas e centros públicos.

 

 

 

 

Todos esses aspectos regionais fazem a diferença na hora do planejamento, evitando a construção de projetos que não dialogam com a realidade local. E, assim, se constrói uma marca mais próxima de cada cidadão.

Você pode acessa a pesquisa completa no Slideshare da Le Fil: http://www.slideshare.net/lefil

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Notícias Relacionadas